Início
Contactos
Links Úteis

Últimos tópicos:
Sem eira nem beira
Evangelho Maltrapilho
Despertar
Ponto de Equilíbrio
Devaneio de Verão

Arquivo
Devaneio de Verão
2011-03-14

Pelos campos de trigo saí a passear
Numa linda manhã de sol, nuvens claras,
Vi no ar o bailado das araras
E nos galhos das árvores o canto do sabiá.

Vislumbrei no céu o manto azulado,
Era a natureza a transpirar amor,
Em meus alfarrábios consegui compor
Belíssima canção passional áquele cenário.

Logo à frente divisei profunda ribanceira
Onde águas cristalinas de formosa cachoeira
Banhavam alegremente alguns corpos nus...

Embevecido sonhei feliz de repente
Que naquele mar de águas transparentes
Haveremos de estar um dia eu e tu!
Ivan de Oliveira Melo

Adicionar comentário

 
 
 
Crie o seu Site Grátis!       Create your Free Website! Sites Grátis no Comunidades.net