Início
Contactos
Links Úteis

Últimos tópicos:
Sem eira nem beira
Evangelho Maltrapilho
Despertar
Ponto de Equilíbrio
Devaneio de Verão

Arquivo
Ponto de Equilíbrio
2011-03-14

O homem que deserda os bens materiais
Também descumpre mandato na colheita divina,
Não se sobrevive com exclusividade numa só esquina,
Mas numa arguta mescla de pontos colaterais.

Se houvesse pecado no usufruto dos bens da Terra,
A Sapiência Absoluta não os colocaria ao nosso dispor,
Tudo tem de ser engendrado com argúcia e amor
Para que haja um ponto de equilíbrio em nossa consciência eterna.

Quando se usa sensatez cumpre-se bem esse roteiro
E não se embrenha nas malhas perigosas do exagero
A fim de ter-se uma vida feliz e salutar...

O pecado se configura na inobservância desse preceito
Que produz um prisma de fanatismo que deixa o homem imperfeito
E incompetente na seara da sobrevivência que o impede de amar!
Ivan de Oliveira Melo

Adicionar comentário

 
 
 
Crie o seu Site Grátis!       Create your Free Website! Sites Grátis no Comunidades.net