Teia de Ariana
Teia de Ariana
CENTRO DA TEIA
arianazita@gmail.com
OUTRAS CASAS

Últimos Fios:
ONDE ESTÃO VOCÊS...AGORA?!
FOGO-FÁTUO
O QUE SE VÊ PELA TEIA - sugestão cinematográfica: Little Miss Sunshine
OS TRUQUES DA MEMÓRIA ... À SOMBRA DO PASSADO (?!)>
FORA DA PRATELEIRA: HISTÓRIA HORRÍVEL - FACTOS MARADOS, por Terry Deary e Martin Brown


O QUE TOCA NA TEIA: ULRICH SCHNAUSS - "Shine
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Fios Online ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AWARD
Hosted by eSnips
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
CURRENT MOON
Arquivo
FOGO-FÁTUO
2007-08-06


Ela sonhou assim que a noite se despiu:

Tu que choves em mim desde o início dos tempos, através da pele, sequiosa do teu beijo, fazes-me renascer em labaredas de fogo roubadas ao sonho real. Prometeu rebelde, semeias a minha alma no centro do teu jardim secreto, ao canto iluminado do teu coração, onde todas as noites se deitam os astros como carícias ardentes e intemporais que me alimentam de carinho.
A melodia das letras amando-se em leito alvo faz ecoar as páginas do teu corpo descobertas sob as minhas mãos. Tu és a minha sina. E contorno-te com desenhos, palavras e frases escritas a fios de sangue, cruzando cada traço com um feitiço de amor. És texto corporal que liberto de todas as frases contidas pela regra da pontuação…e ofereço-me como folha em branco, encontrando todos os teus significados em tatuagens solenes que se unem na mesma linha. Encontramo-nos. Estamos à distância de um olhar.
Sinto dedos quentes a percorrerem-me de dentro para fora mas quando olho para as minhas mãos não são elas que me tocam. És tu. És tu quem desperta para mim e me molda em ondulações suaves ao sabor da tua respiração. Sopro peregrino de outras vidas dispersas no poço dos séculos. Junto-te a mim, pedaço a pedaço recolhido, como se fosse uma manta de retalhos que nos envolve em crescendo. De cada ponto disperso do céu nocturno unem-se as linhas da Teia que nos faz levantar do pó das estrelas.
Agora, caminhamos sobre a Terra. Entrelaçamos as mãos com os nossos destinos e selamos os passos ao toque de um beijo.
O teu nome arde em mim enquanto espalho as cinzas renovadas no chão onde me deito. E quanto te deitas ao meu lado é o meu desejo que te percorre em vaivém de pequenas gotas, caminhos de lágrimas, de beijos, de suor e de saliva…agora a chuva sou eu…estado líquido abrasador sobre a fogueira do teu corpo.
Restamos um no outro como vontade que se adivinha no amanhã consumido no dia de hoje.
Porque nós somos o tudo, o agora e o sempre…

Ela, entretanto, despertou com a aurora. E tinha a chave na mão:
Tu és ele.
E ela sou eu.

xxx

PARA TI!
su

tecer com palavras

 
Crie o seu Site Grátis!       Create your Free Website! Sites Grátis no Comunidades.net